QUEM SOMOS

Desde que nasce, a criança experiencia intensas modificações cognitivas, linguísticas, motoras e socioemocionais. Esse aprendizado, que ocorre ao longo de todo o ciclo vital, se dá a partir da maturação neurobiológica e das relações que estabelece com aqueles que o cercam. Somos seres sociais que aprendem com os outros. Não há aprendizagem sem estímulo, sem vínculo e sem cuidado. Nesse processo sempre há um que acolhe, acredita e empatiza e outro que deseja, aceita e suporta.

Crianças e adolescentes são como plantas que precisam ser regadas, aceitas, protegidas e estimuladas para se desenvolverem de forma saudável e esse cuidado é diferente para cada indivíduo e fase da vida. Assim, deve-se proporcionar práticas adequadas a fim de prevenir, identificar e intervir de forma precoce quando algo não vai bem e surge qualquer dificuldade.

Não se trata de conceber que toda a dificuldade está ligada a um transtorno. Pelo contrário, as dificuldades permeiam toda a vida e são necessárias para o desenvolvimento. Entretanto, caso não sejam trabalhadas de forma adequada e no momento certo, o que seria resolvido de forma simples por intermédio de intervenções assertivas, pode se transformar em algo mais complexo, com prejuízos que podem perdurar por toda a vida.

Diante disso, a Semear tem o objetivo de oferecer projetos, cursos, palestras e oficinas a fim de:

Compartilhar os conhecimentos da psicologia e da neurociência com educadores, clínicos e pais e promover a conexão entre a pesquisa de ponta e os profissionais que atuam no desenvolvimento infantil e adolescente a fim de oferecer ferramentas que orientem e disseminem a implementação de Práticas Baseadas em Evidências para crianças e adolescentes (promoção, prevenção, identificação, avaliação, manejo e tratamento), seguindo os princípios elencados pela American Psychological Association (APA);

Participar da construção de uma educação mais ampliada, eficaz, equitativa e inclusiva, capaz de preparar as crianças e adolescentes para os desafios de nosso século, contribuindo para a execução do ODS 4 (Assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos) da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU).

Francéia Liedtke

De uma família de professores, Francéia sempre acreditou na transformação das pessoas por intermédio da educação. Inspirada no pai, professor de matemática, física e química, finalizou o ensino médio no Colégio Tiradentes da Brigada Militar e começou a oferecer reforço escolar para estudantes com dificuldades de aprendizagem.

Curiosa por natureza, quando chegou a hora de escolher uma profissão, optou por um curso em que pudesse “entender o mundo fascinante da neurociência, do desenvolvimento humano  e da aprendizagem”. Cursou Psicologia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e, desde o início das atividades universitárias, focou as suas atenções na neuropsicologia, trabalhando em pesquisa, monitoria e extensão.

Formada em 2010,  atende crianças e adolescentes em consultório, sendo expertise em Avaliação e Terapia de crianças, adolescentes e adultos jovens  com Dificuldade e/ou Transtorno de Aprendizagem. Depois de oito anos de atuação na área clínica, retornou em 2018 à Academia para realizar Mestrado em Psicologia, na UFRGS, e hoje é integrante do Núcleo de Estudos em Neuropsicologia Cognitiva (NEUROCOG). Como pesquisadora, estuda os processos de aprendizagem sob o olhar epistemológico da neuropsicologia cognitiva.

Durante toda sua trajetória profissional, sempre se inquietou ao perceber o grande número de pais, adolescentes e crianças em sofrimento que chegavam para ser atendidos com questões que poderiam ter sido amenizadas, caso fossem realizadas intervenções precoces. Até hoje é movida pela esperança de que criar uma rede de profissionais capacitados para trocar experiências e lidar com esses problemas seria um caminho possível para mudar essa realidade. Foi a partir daí que surgiu a ideia da SEMEAR.

Patrícia Hopf

Formada em Farmácia pela UFRGS e com mais de 20 anos de experiência na área, Patricia sempre manteve o sonho de desenvolver um trabalho clínico, que a colocasse mais perto dos pacientes. O desejo de ajudar pessoas e famílias a fez tomar outro caminho e atualmente cursa os últimos semestres de Psicologia na PUCRS.

Patrícia é mãe de dois filhos, sendo que a mais jovem, que atualmente é adolescente, tem dislexia. O tortuoso caminho até chegar ao correto diagnóstico da filha, que ocorreu apenas aos 13 anos, apesar de a família ter procurado ajuda desde os 8, gerou uma série de prejuízos que certamente teriam sido minimizados caso o diagnóstico tivesse sido feito mais precocemente.

A união da experiência como mãe e o fato de estar cursando psicologia, a levou a traçar um novo objetivo: ajudar outras crianças e adolescentes que tiverem dificuldades a ter um caminho para a resolução de suas questões mais facilitado, contribuindo para a diminuição do sofrimento e possibilitando um desenvolvimento saudável.

Patrícia acredita que investir no projeto da SEMEAR possibilitará a troca de valiosas informações e a conexão entre as pessoas que fazem parte da vida das crianças e adolescentes, possibilitando uma mudança significativa na vida de muitas pessoas.

VÍDEOS INSTITUCIONAIS

Vídeo Institucional Semear Psicologia e Neurociência

Nosso vídeo Institucional

Publicado por Semear: Psicologia e Neurociência em Domingo, 2 de setembro de 2018
LANÇAMENTO DA SEMEAR

No dia 11 de julho de 2018, a SEMEAR PSICOLOGIA E NEUROCIÊNCIA foi lançada. Nesse evento, tivemos o grande privilégio de trazer duas referências da pesquisa em neurociência: Prof. Dr. Augusto Buchweitz e a Prof Dra Jerusa Salles, que conversaram conosco sobre NEUROCIÊNCIA E EDUCAÇÃO: AVANÇOS E DESAFIOS. Esse vídeo traz um pouquinho do que foi esse evento lindo em que belas sementes foram plantadas.@Conta Pra Mim Filmes

Publicado por Semear: Psicologia e Neurociência em Terça-feira, 24 de julho de 2018

FOTOGRAFIAS: Tiago Surita Mendes Ribeiro